PROFISSIONAIS DA RADIOLOGIA

RADIOLOGIA

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

FORMAÇÃO DOS RAIOS X


INTRODUÇÃO:Os raios x tem origem no choque de elétrons acelerados contra um obstáculo material (alvo), geralmente de metal. A interação entre esses elétrons e os átomos do obstáculos resultará na formação dos raios x e calor. O ajuste da intensidade do feixe de elétrons (quantidade de raios x) é dado pela intensidade da corrente do tubo de raios x (mA).
Com a aplicação de uma corrente de alta tenção (KV) no tubo de raios x, de modo que o pólo positivo seja o anódio, os elétrons (em forma de feixe) serão, repelidos do catódio e atraídos pelo anódio.
Os elétrons são desacelerados no anódio (no ponto ou pista focal), e sua energia é convertida em calor e raios x. O tipo de interação entre o elétrons incidente e o alvo (anódio) irá determinar o tipo de radiação formada.

Efeito anódio: Corresponde à absorção, pelo próprio anódio, de fótons x do feixe de radiação, que emergem rasantes no anódio.

O raio central: O raio central (RC) corresponde ao eixo central de radiação é perpendicular ao maior eixo do tubo de raios x.

Perpendicular: Quando o raio central incide perpendicular ao plano de anteparo (filme radiográfico).

Oblíquo: Quando o raio central incide inclinado no plano do anteparo (filme radiográfico). Nesse caso, o ângulo formado entre o raio central e o anteparo (filme radiográfico) é chamado ângulo de incidência.

O tubo de Raios x: Denominação de um tubo de raios x: São denominados em função da quilovoltagem (KV) máxima suportada, seguido pela potência máxima suportada nos focos fino e grosso.
Tubo de raios x tipo 150/30/50;
150=KV máximo suportado pelo tubo (150 KV);
30= potência (watt) máxima suportada pelo tubo no foco fino (30KW);
50= potência (watt) máxima suportada pelo tubo no foco grosso (50 KW).

Problemas que podem ocorrer com o tubo de raios x: Pode reduzir a sua eficiência, ou até mesmo não gerar radiação quanto.

O anódio fica esburacado: A radiação originada no interior dos buracos é perdida, causando uma queda no rendimento do feixe produzido.

Queima do filamento do catódio: (filamento partido): Nesse caso, não existe emissão de radiação.

Fusão do anódio: Pode ocorrer em função da produção de radiação com o anódio (parado)

Um comentário: